Os 3 primeiros passos para alcançar a riqueza

Os 3 passos para se tornar uma pessoa rica: será que você está caminhando em direção a algum deles?

A falta dos bons hábitos financeiros pode te distanciar cada vez mais do seu objetivo de “ganhar dinheiro em 2018”. Além disso, pode te colocar em uma situação difícil, como acontece com muitos brasileiros nos dias atuais.

Para se ter uma ideia, pesquisas indicam que apenas 5% dos consumidores brasileiros são conscientes, 61% da população está endividada e 24,5% dos brasileiros são inadimplentes…

1 – Querer ser verdadeiramente rico

Qual a diferença entre querer ser rico e verdadeiramente rico?

Porque rico todo mundo que ser. Quem não quer ter uma casa melhor, carro.

Mas verdadeiramente rico é pagar o preço por isso. É querer ser mais rico do que estar na balada. É querer ser mais rico estar dormindo ou não estudar o que tem que ser estudado ou gastar com bobagem, sem planejamentos.

Esse verdadeiro é saber dizer não para muitas coisas. É saber dizer não para si mesmo.

O que difere a criança e do adulto?

A criança diz sim para o bombom, picolé e se alguém impedir ela vai chorar. O adulto diz não para o que o impede de ter sucesso.

E porque ele diz não? Para ter um ganho maior depois. Eu digo não para comprar um carro mais caro, uma bola, sapato. Para investir aquele dinheiro e ter muito mais depois.

A sabedoria do enriquecimento se baseia em dizer não para si mesma, em prol de um benefício maior depois.

2 – Ser Grato

A gente pensa que gratidão é apenas um sentimento, mas não! Gratidão é disposição de ânimo, uma filosofia de vida, uma atitude moral, é foco, direcionamento humano de ser grato por tudo que você tem e não tem. Grato pelo que vai e nunca vai ter.

A ciência, e posso citar vários autores como: Adam Grant, Robert Emmons (da universidade da Califórnia), eles mostram que as pessoas gratas são mais produtivas.

As pessoas gratas tem muito mais alta performance, elas sabem dizer não, para o prazer momentâneo, se conecta melhor com outras pessoas, atraí as pessoas certas para si.

E a gratidão leva a ser produtivo, feliz, a se conectar com as pessoas certas, e honrar e constituir relacionamentos duradouros.

3 – Ser auto responsável pela sua riqueza

Essa auto responsabilidade é algo transformador. As pessoas perguntam:  “O que é auto responsabilidade”? É a crença de que cada um tem a vida que merece. Ou seja, a vida é plantação e colheita.

A vida financeira é colheita do que plantamos.

Qual a vida financeira de quem está te ouvindo hoje? É o resultado das plantações dela, das atitudes, das escolhas.

E a pergunta é: Quem é responsável pelo que você plantou?

A tendência das pessoas é dizer meu pai, pais, corrupção e tiram responsabilidade de si e colocam nos outros. Quem faz isso vai ser um eterno fracassado.

É você mesmo tem que assumir os erros e melhorar, se não vai ser impossível ter uma boa vida financeira.

Reprodução: Google

Hábitos simples para ganhar dinheiro em 2018

Ter uma mudança de hábito financeiro pode ser decisivo na sua vida no próximo ano.

Pensando nisso, selecionamos os 17 hábitos financeiros que mais podem te fazer mudar de vida – considerando também o fato de ser praticado pelas pessoas mais ricas do mundo.

Encontrar mais de uma fonte de renda

Todas as pessoas que já passaram pela situação do “desemprego”, sabem que todo negócio pode ir de mal a pior em qualquer momento. Se você não é dono do negócio, pode ficar ainda mais a mercê do seu salário… O que também é ruim.

O mais importante desse tópico é entender que nenhum emprego no mundo é vitalício e isso tem sido provado nos últimos anos – com a crise, o desemprego aumentou substancialmente.

A recomendação é cuidar da própria vida para que se houver falha na sua principal fonte de renda, as coisas não desandem – ou ao menos, que a queda não seja tão grande.

Aqui, vale também a expressão antiga e tradicional que diz: “não ponha todos os ovos na mesma cesta”. O mais aceitável é criar várias fontes de renda.

Criar metas para os vários prazos (curto, médio e longo)

Ter o hábito de criar metas financeiras faz parte da vida de quase todas as pessoas que são milionárias no mundo.

No livro “Alice no País das Maravilhas”, há uma citação que diz: “Para quem não sabe onde vai, qualquer caminho serve”. Logo, o recomendável é ter metas para os vários prazos. Sendo assim, você pode considerar as seguintes orientações:

  • Curto prazo – até 1 ano,
  • Médio prazo – entre 1 ano e 5 anos,
  • Longo prazo – acima de 5 anos.

Uma dica sobre as metas é que, depois de estabelecidas, elas estejam dispostas em lugares visíveis e de fácil acesso: como na parede do quarto ou na tela de início do seu computador.

Criar listas para todas as tarefas diárias

Um dos hábitos que mais vai te ajudar nessa empreitada para ganhar dinheiro em 2018 é o de fazer listas – para todas as suas tarefas diárias.

Listar as tarefas é importante para que você não chegue ao final do dia sem saber se cumpriu a sua meta e se fez tudo que tinha para fazer, por exemplo.

Além disso, você pode usar listas para ir ao supermercado e não comprar em excesso.

Quando você vai listar as suas atividades é você que vai decidir. A maior parte das pessoas prefere fazer isso pela manhã, só que há quem opte pela noite.

Gastar menos do que se ganha

Uma pessoa que ganha 20 mil reais não é mais rica do que uma pessoa que ganha 5 mil reais se ela gastar mais dinheiro do que ganha. Isso resultaria em um saldo negativo. O ideal é você ter um saldo positivo se quiser ganhar dinheiro.

Algumas pessoas costumam tratar o dinheiro como algo sujo, nocivo. Só que não: ele é algo de valor e cada centavo que você ganha tem o seu valor… Portanto, você (e todas as pessoas do mundo) deveria dar a devida atenção ao dinheiro.

A partir do momento em que você consegue controlar a sua finança, você passa a ter mais poder para realizar os seus sonhos. Com uma renda sob controle, você pode comprar o que quiser, inclusive, aplicar em investimentos financeiros para ganhar dinheiro.

Comprar à vista (e nunca de maneira parcelada)

Por que comprar á vista é um bom hábito financeiro? Porque te força a comprar apenas aquilo que o seu salário permite. Já se você usar o cartão de crédito vai ter a chance de parcelar as suas compras… Mas, quem disse que isso é bom?

Quando você parcela uma compra, você compromete o seu próximo mês. E aí, se chegar nesse próximo mês e você não conseguir pagar a fatura, então, você vai entrar em dívidas porque os juros são altíssimos – um dos maiores do mundo!

Além de tudo, quando você parcela ou financia algo, você paga o valor mais alto do que o produto vale. (Essa ideia de 10 vezes sem juros é patifaria).

Considerar as manutenções ao invés de adquirir os novos

Se o seu celular quebrou, o que você pensa logo em fazer? Comprar um novo, provavelmente. Mas, saiba que com a crise econômica, a maior parte das pessoas tem optado por “mandar arrumar” – isso porque o valor é muito mais em conta!

Há, inclusive, histórias na internet que contam que as contas de energia podem aumentar significativamente se você ficar comprando muitos eletrodomésticos novos – e não porque eles gastam mais energia em termos de eficiência, mas sim porque são mais potentes.

O mesmo pensamento vale para a aquisição dos carros – quando você compra um novo, você perde dinheiro por vários motivos: como o fato da desvalorização momentânea que ele sofre.

A partir de agora, vale a pena você começar a pensar sobre o fato de levar seus produtos a manutenção ao invés de comprar os novos.

Da redação com informações do youtube

Não há posts para exibir